quinta-feira, maio 10, 2007

UM OLHAR DO ZÉ TUGA !!(CONTINUAÇÃO)


Düsseldorf
As paragens dos autocarros "iguaizinhas" às nossas. Agora reparem no desnível inexistente para a passagem dos peões, em relação à altura dos passeios.

DüsseldorfAlém das inúmeras bicicletas há "eléctricos" que passam quase uns a seguir aos outros. A rede de transportes é fabulosa. Daí haver tão poucos carros em circulação.
Köln - parte antiga da cidade


Olá a todas

Primeiro queria perguntar-vos: Estão à espera de quê para passarem pelo meu Petiskaky e experimentarem a gelatina que lá postei?

Então? Essa minha “loja” não tem clientes?

A continuar assim….a gerência vê-se na necessidade de fechar o estaminé

Lol lol lol

O prometido é devido:

O meu “Zé Tuga” adorou (outra coisa não seria de prever), pois não é todos os dias que há liberdade para sair debaixo das asas dos pais e estar num país distante, sem ninguém a mandar nele.

O tempo foi pouco, mas mesmo assim ainda houve tempo para “espreitar” Köln – Bonn e Düsseldorf.

Como já viram: há ciclovias por tudo quanto é sítio. Nota-se uma diferença abismal no número de carros que circulam em qualquer daquelas cidades( comparando a Lisboa).

Por isso, a poluição é muitíssimo menor e nota-se uma grande diferença na respiração das pessoas.

As bicicletas têm sempre prioridade. Nem os peões andam nas ciclovias. Para eles há “corredores” ao lado das ciclovias. (Cada macaco no seu galho).

Civismo absoluto e respeito pelos outros.

O peão está para atravessar (sempre nas passadeiras). Pode não vir carro nenhum em ambos os sentidos mas ele só atravessa quando cair o verde para os peões.

(Tal e qual como cá. Não é?)

A água para beber só da engarrafada. O alto teor de cloro na água das torneiras, por mais que beba, nunca sacia a sede. Por outro lado, os banhos deixam a pele extremamente seca. Por isso há necessidade de usar e abusar de cremes corporais, amaciadores e máscaras para o cabelo.

Os sacos de plástico são sempre pagos (entre 6 e 9 cêntimos cada um).Uma medida que também deveria ser adoptada em todos os países.

Agora um episódio :

A minha filha tinha comprado uma bicicleta. Então, um dos dias, o meu filho foi dar uma volta. Lá entrou por uma rua que estava proibida a bicicletas (mas ele diz não haver sinal de proibição). Aparecem 3 polícias. Falaram-lhe em Alemão. Ele disse que não sabia alemão e pediu que lhe falassem em Inglês. Um deles falou em alemão para os outros. E em Inglês disse que ele não podia andar por ali. O rapaz disse ter visto não haver placa nenhuma a proibir. O polícia, em alemão apontava e dizia aquilo que ao meu filho pareceu ser nomes de ruas onde não podia andar. E antes que eles se chateassem, lhe pedissem a licença da bicicleta, ou até lhe ficassem com ela, o rapaz pediu desculpa. Desmontou e levou a bicicleta à mão. E uns metros mais à frente: ala que se faz tarde: montou novamente e “bazou” dali.

2 comentários:

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Continuo a adorar a Alemanha e tudo o que esse pais tem para nos oferecer, verdade seja dita :) as cidades ficam menos poluidas com esses transportes :) Beijao grande! e pela primeira vez, vou ao petiskaky. :)

juanita disse...

olá

pois é a ver exemplos destes, que percebemos o qt estamos atrasados!! quem sabe um dia...

já fui ver a nova sobremesa!! eh eh
nada de fechar...o estaminé tá bem aberto!! eh eh

beijocas e um optimo fds