quarta-feira, maio 02, 2007

CECÍLIA MEIRELES



“Aqui está minha vida.
Esta areia tão clara com desenhos de andar
dedicados ao vento.
Aqui está minha voz,
esta concha vazia, sombra de som
curtindo seu próprio lamento
Aqui está minha dor,
este coral quebrado,
sobrevivendo ao seu patético momento.
Aqui está minha herança,
este mar solitário
que de um lado era amor e, de outro, esquecimento.”

(Cecília Meireles)

6 comentários:

dharma disse...

Turb-Ó-lenta, adoro Cecília Meireles. Desde criança. "Ou isto ou aquilo": Ou se tem chuva ou não se tem sol,
ou se tem sol ou não se tem chuva!
Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!
Quem sobe nos ares não fica no chão,
Quem fica no chão não sobe nos ares.
É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!
Ou guardo dinheiro e não compro doce,
ou compro doce e não guardo dinheiro.
Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro!
Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranqüilo.
Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.

Que bom ler a Cecília.

Agora tenho um blogue normal, como uma pessoa normal. Já não suporto dietas e RA's. Depois te enviarei um e-mail. Estás melhor? Dois coxinhos em casa, sobra o filho para vos amparar... Beijos, gostei mesmo de ler aqui a Cecília!

Bolota disse...

Querida Turbolenta!
Que bom ler aqui a Cecília!
Tenho um poema preferido, embora triste,adoro-o
"Se eu fosse apenas...

Se eu fosse apenas uma rosa,
com que prazer me desfolhava,
já que a vida é tão dolorosa
e não te sei dizer mais nada!

Se eu fosse apenas água ou vento,
com que prazer me desfaria,
como em teu próprio pensamento
vais desfazendo a minha vida!

Perdoa-me causar-te a mágoa
desta humana, amarga demora!
– de ser menos breve do que a água,
mais durável que o vento e a rosa..."

Um beijo enorme!

Ana Bastos disse...

muito bonito !!! Não conhecia!!!!!
Bom fdsemana, com sol... esperemos!!!

Miss Slim disse...

Cucu, obg.pela visita, gostei da surpresa, e cá estou tarde, mas cá estou para retribuir o teu carinho.
Adoro Cecília, se bem que este poema é meio tristinho, espero que não estejas triste-Ok? e Harriet, amei a citação, vem mesmo ao encontro daquilo que falamos outro dia.
Bjo, Bom Fim de Semana e Obg, pelo carinho

Kikas disse...

Oix....tal como tu...tb adoro queijo fresco, principalmente os de ovelha...hummm, ou é de vaca?!?!?....lololol, não são aqueles mais comuns...são os mais dificeis de encontrar...sou mesmo doida por eles, isso e ananás...tirem-mos da frente!!!!Mas isto não tem nada a ver com o post, lolol...mas gostei muito do poema...não o conhecia...:)
Beijocas...

Selma disse...

Olá linda,
Muito lindo o poema.
Grande Beijo.