quarta-feira, junho 06, 2007

HAVERÁ PIOR QUE ISTO?


Tenho variadíssimos defeitos. Mas ser despistada é um e grande.

Não sei se é virtude ou não (porque muitas vezes transforma-se em defeito), mas estou sempre pronta a ajudar os que de mim precisam.

Ora, juntando estas 2 coisas ….vejam no que deu!

Local: CARREFOUR TELHEIRAS.(Deve haver cerca de uns 8 a 10 anos).

Intervenientes: EU E MEU MARIDO

Filme passado: no PARQUE DE ESTACIONAMENTO (Zona por baixo do Aki)

Quando tinha as compras meias feitas, meias por fazer, o meu marido lembrou-se que havia de ir ao Aki.

Disse-me. Vou ter ao carro!

Entretanto fui para a fila da caixa, paguei e dirigi-me ao carro. Quando lá cheguei ele não estava lá.

Procurei na mala: não tinha levado a chave.

Pus o carrinho das compras ao lado do carro e esperei que ele chegasse.

Na passagem que ficava por detrás do meu carro, mas do outro lado, estava uma carripana muito velha e lá dentro uma moça novita. Tentava pôr o carro a trabalhar e não conseguia. Ela bem insistia mas aquela porcaria não arrancava mesmo!

Lembrei-me que nos primeiros meses de carta de condução, eu consegui “afogar” um carro novinho em folha.

(Quando chamei o mecânico- que era meu conhecido- ele disse só: como fez isto a um carro novo?).

Por isso: tentei ajudar a rapariga.

Eu: Então , não consegue pô-lo a trabalhar?

Ela: Não! Estou aqui farta de dar à chave e até já chorei!

Eu: Deixa-me tentar?

Ela: Sim!

Dito isto, saiu do carro.

Eu entrei, armada em” chica esperta” e vai de utilizar a técnica que o mecânico me tinha ensinado:

Carro velho: Acelerador a fundo. Dá à chave e não a solta! Quando ele começar a trabalhar, levanta a embraiagem e o acelerador devagarinho e …já está!!

Quando entrei, pus a minha mala no banco do pendura.

E…..

O carro pegou.

Saí. Expliquei como tinha feito.

A rapariga agradeceu.

Arrancou….

E levou a minha mala!...

Ainda corri, mas no meio de todos aqueles carros não consegui apanhá-la.

Veio o meu marido.

Desorientada contei-lhe o sucedido.

Disse ele: Ah foi?? Eu bem a vi quando há pouco vim aqui deixar o que comprei. Mas quis lá saber! E tu…. Minha burra, foste apanhada!!

Eu: Oh homem! A miúda estava tão atrapalhada!

Ele: É!.... Eles sabem muito!.... Malandragem!...

Eu: Ela daqui a pouco vem cá. Vais ver!

Ele: Não volta, não!

Esperei ali uma hora e ….nada….

Entretanto o meu marido foi à segurança do Carrefour para saber qual a matrícula do carro para irmos à polícia.

Disseram logo: nesse sítio? Isso é esquema! È o sítio onde há mais roubos!

E disseram que naquele sítio não há câmaras de vigilância e os malandros sabiam disso.

Deixou lá o número do telefone, para o caso de a mala aparecer.

Os meus filhos eram muito novos.

Como a mala tinha as chaves e documentação com morada, cartões bancários,3 pares de óculos, telemóvel, etc..etc..começamos a pensar o pior.

Ligamos para casa e mandamos os miúdos trancarem a porta da rua no sistema interno de bloqueio.

Fomos à Polícia apresentar queixa.

A mesma opinião do agente que recebeu a queixa! Era malandragem !

Relatório feito: a mala tem isto, aquilo e aquilo….

Convém dizer que enquanto esperávamos para apresentar a queixa, ligámos para os Bancos e mandámos cancelar os cartões todos em meu nome.

…….

E toca o telefone do meu marido…….

Era da segurança do Carrefour!

A mala tinha sido entregue!.

Vai de ir buscá-la.

Estava toda revoltada, mas não faltava nada!

Quisemos saber a quem agradecer, Queríamos o contacto da rapariga ou a matrícula do carro , para irmos à esquadra novamente e lhe agradecermos depois.

E aqui surge o caricato e incompreensível.
Mesmo depois de eles saberem do sucedido, apenas receberam a mala e …(dizem eles), como o objecto foi entregue não valia a pena identificarem quem a entregou,

De novo na Polícia para retirar a queixa.

Diz o agente: Sabe! Se não lhe falta nada , tome cuidado!, os seus documentos foram copiados e as chaves também…. Tenha cuidado! Qualquer dia, quando menos esperar, assaltam-lhe a casa…

Toca a mudar as fechaduras todas: portões da rua, garagens, anexos e das casas.

Até este momento não dei pela falsificação da documentação.

O pior é que me lembro bem da falta que me fizeram os cartões bancários e do tempo(para mim infinito) que demoraram a dar-me os substitutos.

Afinal: Nem tudo é o que parece.

Eu até penso que ela era tão inexperiente na condução que ao apanhar o popó a trabalhar olhou sempre em frente e só viu a mala quando chegou ao destino.

22 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

E se calhar não se identificou nem esperou porque tinha deixado o carro a trabalhar, não fosse aquilo ir abaixo e não haver outra alma caridosa por perto! ;)

Beijoca e bom feriado!

caralinda disse...

Eu concordo com o rafeiro ehehe!!
Quanto aos coelhinhos obrigada, foi uma grande ajuda!!! beijinhos

kel disse...

oi!
é incrivel o que às vezes as pessoas podem fazer (quer seja consciente ou inconscientemente...)
pelo menos as coisas apareceram...
bjinho

P.S. - gosto muito do teu blog, po isso adicionei a tua pagina no meu blog... espero que não te importes..

Aninhas disse...

akbfOi amiga, q tal de feriadito? tb vais ter fim de semana comprido como eu? Está-me a aber que nem ginjas!

História atribulada essa tua... Eu sou muito desconfiada... não confio em quase ninguém! E de vez em quando penso q existe tanta maldade no mundo, que é natural esta minha desconfiança! Chego mesmo a pensar até que ponto conhecemos as pessoas? Nunca sabemos realmente se são honestas connosco ou não...

Mas também acredito q ainda existem muitas pessoas impecáveis e amigas! Tenho tido muita sorte!

Beijokas grandes!

Bolota disse...

Olha, não ganhaste para o susto, mas ainda é bem que ajudaste a miúda! Eu também sou muito ingénua e acho sempre que as pessoas são boas e estão com boas intenções... já o meu marido, é o oposto... é assim que nos completamos...

Bjos :o)

Bichodeconta disse...

Gostei da maneira animada com que nos relata uma aventura no supermercado.. Pelo menos apareceu a mala... Um abraço e bom fim de semana..

Alda disse...

Olá turbolenta. Tive algum tempo ausente, a gozar umas merecidas ferias....como só tenho internet no trabalho não pude ir vendo os blogs dos amigos.

Ja tinha saudades dessas histórias magnificas que nos deixas, sejam para rir à gargalhada, sejam para nos alertar para determinadas situações...sempre nos colam ao ecrán.

Parabéns.

Em relação ao que nos contas realmente, como o mundo anda tão mau, o normal é sempre pensarmos o pior de alguém, mas ainda existem pessoas boas e temos que acreditar que continuaão a haver.Mas que se tratou de um grande susto, disso tenho a certeza.

Beijinhos grandes.

Alda

Miss Slim disse...

O que eu já me fartei de rir. (risosss...)
Mas estou com o Rafeiro, vai de lá foi o que aconteceu.
Mas como o seguro morreu de velho, eu se fosse a ti mudava, tudo vai de lá fizeram cópias e depois...

Bom Fim de Semana

aXifas disse...

Inocente ou não fica a duvida.
Pelo sim e pelo não , o melhor é alterar as fechaduras.

Obrigada pela historia, fica guardada para ajudar a termos atenção.

peace_love disse...

Ele há situações...lol
Só a mim não acontecem essas coisas para contar no blog.

dharma disse...

És como eu acredito sempre nas pessoas e tento ajudar, se puder. E identifico-me com essa rapariga faz-me lembrar a mim e a minha relação carro-condução.
Bom fds, Turb-Ó-lenta. Beijinhos.

LuisBilro disse...

Bom fim de seamana!

Claudiacva disse...

Ola kida, ainda há gente seria é o que parece, nem toda a gente é malandra.
Como sempre ainda me ri :) Beijinhos

M em dieta ! disse...

Bemmmmmmmmm mulherrrr que cenariooooo
puxaaaaaaaaa bem emocionante mas deve ter sido uma aflicao e uma trabalheira do caracas! Bem lol ando meio ausente, a dieta ta a correr mais ou menos as dicas as dei porque sei mas obviamente que não as faco todas, mas já emagreci 6kgs mas ando estabilizada a uns meses. *

marmol disse...

Buen Fin de Semana!!!

beijinhos!!


PD el raton no cae todavia :S

scas disse...

por isso eu acredito sempre nas pessoas em primeiro lugar... a moça devia ser mesmo tóina, não tinha maldade!

Zen disse...

Sou o que em pub se chama uma "consumidora fiel". Das tuas histórias. Tens mão de cronista, sabias? Beijos da Zen

maria-joão disse...

E é assim que neste mundo de hoje ninguem ajuda ninguem. O medo está de tal forma instalado (e com razão), que por vezes se recusa auxilio a quem realmente precisa.
Bandidagem do caraças!

ana disse...

eu não sei a kem sai mas k as tuas histórias são hilariantes, lá isso são!!!!!!! então e os bolos no carrefour?hein?
devias compilar as histórias e ir a um programa de comédia, porke a forma cm as eskreves (contas)é de cair para o lado a rir LOL
jinho
ANA*(koln)

Lídia disse...

Eu acho que ainda há muita gente séria. Ainda bem tudo acabou bem! No entanto, é sempre melhor ser prudente e eu também teria tomado todas essas precauções. É sempre bom poder dormir descansada.
Bom fim-de-semana!

Gioconda disse...

Bem e no fundo no fundo fica sempre a dúvida se foi a sério ou se foi esquema.... enfim, isto anda tudo tão complicado que até temos medo de ajudar o nosso semelhante.

_+*A.Elite in Paris*+_ disse...

Ai que cena!!! é o que tenho a dizer "ai que cena!!!


O melhor é que tudo acabou bem!

Beijo meu,

A Elite