terça-feira, janeiro 13, 2009

JANEIRO- INFORTUNADO

Decididamente Janeiro é, todos os anos, o meu mês do azar.

Não são 1, nem dois, mas sim 3 os doentes cá em casa. Todos com uma valente gripe. Quando resolvem todos tossir, parece uma sinfonia. Ataques de tosse nocturna constante para os quais parece não haver medicamentos compatíveis. Pelo menos, das várias receitas nada parece resultar. Chegar à noite e entrar na cama é um tormento, pois mal começo a aquecer lá vêm os malditos ataques de tosse. Neste fim de semana o hospital não ficou sem a nossa visita.

E o problema do ano passado agravou-se.

Talvez estejam lembrados da doença da minha “velhota” que vos contei o ano passado, mais ou menos por esta altura do ano. Lá recuperou um pouco, mas a pouco e pouco vem andando cada vez com mais dificuldade. É um problema para se levantar, para se deitar, virar na cama e também para se deslocar. Além da muito fraca mobilidade não consegue quase calçar quaisquer sapatos. Ora isto ocasiona que a mobilidade fique reduzida ao mínimo possível e, por este andar, pouco falta para não sair de casa. O pior é se vai mesmo à cama.

A juntar a isto o facto de não ter falta de apetite e, como tal, vê-se engordar de dia para dia. Se damos menos comida até parece que a queremos matar à fome. Não compreende que ingerir menos comida seria muito benéfico para o caso dela, pois não despende qualquer tipo de energia e tudo quanto come se transforma em gordura. Mas vá lá fazer-lhe ver isso...

Por isso, prevejo grandes futuros trabalhos para mim. A ver vamos como vai ser, o que posso ou devo fazer neste sentido…que rumo dar a este caso.

E como este tempo frio também só piora a situação, acomoda-se, passa o dia sentada e só se levanta para comer, ir à wc e para dormir. O pior mesmo de tudo é que , fisicamente, também não me encontro nas melhores condições para pegar nela (um peso morto) e a mudar daqui para ali. Isto vai mal. Não sei o que me espera. Só peço a Deus que o tempo melhor, a ver se reinicia a fisioterapia novamente, senão, lá se vai a mobilidade dela e então é que é mesmo o cabo dos trabalhos.

Resta-me esperar e acreditar em melhores momentos.

12 comentários:

jorge_m. disse...

Olá,

essas gripes são normais, felizmente parece que não gostam de mim :P melhoras para ti.

Quanto à tua "velhota" (mãe, avó?), não andava por aqui o ano passado... doenças de mobilidade são complicadas, o meu avô passou por isso e é bastante complicado, porque a pessoa tende a ficar em casa e isso não faz nada bem fisicamente nem psicologicamente à pessoa. Melhoras para ela e força para ti!

bjs

Gata Verde disse...

Calma, parece que o tempo vai aquecer e assim a tosse acaba.

Um grande beijinho e as melhoras para todos

Mamã Martinho disse...

Estás feita! Desejo as melhoras rápidas de todos ai em casa e que venha logo o bom tempo. Mas enquanto tal não acontece é preciso ter paciencia a força (fisica e mental).

Bjs

Mónica

Naninha disse...

Acho que essa gripe tem pegado todo mundo, até por aqui.
Melhoras para todos!
Beijos

Anónimo disse...

Bem a gripe e tosse parece ser bem um mal menor perante restante situação, e mais cedo ou mais tarde vão se ver livre dela!

Em relação à mãe, como a compreendo, passei por situação identica com a minha avó materna. OS velhotes são muito complicados, sem duvida,faça o que se faça parece nunca estar bem, e só eles é que sabem ( a teimosia torna-se presente em tudo). Lidar com a minha avó não era facil, e ao fim de um ano e meio tivemos de a colocar num lar, mas infelizmente para ela coitada, mas felizmente para nó já se encontrava num estado de demencia que foi facil mante-la lá, e foi sem duvida uma melhor qualidade de vida para todos nos, incluido ela. No entanto, quando ainda tinha plena consciencia nem podiamos falar nisso, para ela era como se estivessemos a trata-la como lixo.....
Enfim, desejo do fundo do coração que tudo se resolva pelo melhor, que vejam días mais ensolarados para que sem duvida faça a fisioterapia, e possa caminhar ao ar livre, para tentar retardar um pouco, um futuro pouco risonho.

E sempre que lhe faltarem as forças, pense nas forças que ela teve muitas vezes de arranjar para cuidar dos filhos....é um retribuir do amor que já nos deu um dia....

As melhoras de todos e força.

Beijinhos alda

Rosa Maria Martins Moraes disse...

Olá...que tal um chá de cebola? corta a tosse messsmo!!! e mande ver nos chás de gengibre com mel! Melhoras!

kuka disse...

É muito complicado minha amiga.
Estou também á espera desses trabalhos. Vamos ver o que vai dar. Uma coisa eu tenho quase como certa. Esta geração(a nossa) é a última a ter este tipo de cuidados com os mais velhos. Os nossos filhos não estão nem aí.

Juanita disse...

espero que essas gripes passem depressa...mas já sabemos que são fruto da época!!

qt á tua "velhota"....compreendo-te na perfeição, e é muito complicado gerir tudo isso! espero sinceramente que a fisio lhe traga melhorias!
há pessoas que nem dão o devido valor, ao ser autonomas!!

beijos e as melhoras

Sakura (Ana Sofia) disse...

Resta mm esperar e desejar k os azares c k 2009 começou sjam ainda os restos de um infortunado 2008!
K todas as situações menos boas fikem um pc mlhores.

Bjse boa semana

Osvaldo disse...

Cara Turbolenta;
Olha que mais uns dias e o gelo derrete, a neve mansamente se entrenha nas terras para as fertilizar, as plantas começam a despontar, as flores a desabrochar e é a PRIMAVERA que desponta.
E com tanta beleza, não há gripe ou constipação que resista.
As melhoras e fica boa "menina"...
bjs

Anónimo disse...

mimosa florida*

Gio disse...

Não sei quem é a velhota, deduzo que seja mãe ou sogra, tenho que ir fazer uma busca la para tras.... também podias ter posto o link para o post não é ó turbinha ??????