domingo, dezembro 07, 2008

PORQUE NÃO TENHO UM IRMÃO

Já me parece ter contado a maior parte das histórias que me lembro dos tempos de criança.

Umas, plenas de inocência… outras… cheias de patifarias… Umas acompanhada (na maior parte das vezes pelos “santinhos” dos meus primos)… outras sózinha.

Mas esta nunca a contei pois achava que era “estupidamente tão inocente” que ninguém, nos dias de hoje, iria tomá-la como verdadeira.

Mas o certo é que isto passou-se mesmo e creio que pela mesma altura em que deixei de acreditar no Menino Jesus e nas prendas que ele me deixava.

Então:

Porque não tenho um irmão…….

Por 2 motivos:

1º- Queria um irmão mas tinha de ser mais velho.

2º - O avião não acertou na janela.

Eu explico:

Naquele tempo diziam-nos que os bebés vinham de avião… de França…

Então, e como eu andava sempre a chatear a minha mãe a pedir-lho, ela um dia disse-me que um avião mo havia de trazer.

Um belo dia estava eu à janela do quarto e vejo vir um avião, que me pareceu mais baixo que o normal. (a casa onde morava ficava na rota deles) .

Desatei a correr pela casa fora e a gritar: “ó mãe!...ó mãe….vem aí o meu mano….”

Mas enquanto eu fui dar a novidade no interior da casa, o malandro do avião não atinou com a janela….

11 comentários:

Gata Verde disse...

E a cegonha onde fica nesta história???

beijos

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Hahahahahahhahahahahaha ficou demais essa historia! e isso é que é pura inocencia :)

Beijo meu ♥,

A Elite

PS: o que a tua mãe não se deve ter assustado/rido com o teu grito!

Marina disse...

Que giro. Quando somos crianças somos obrigadas a acreditar em tudo. já tinha ouvido falar das cegonhas, das couves, agora do aviao nao.
Domingo 14 nasce a minha pequena, que apesar de n vir de aviao, um dia pode vir a acreditar nessa história.
beijinhos
marina

Anónimo disse...

Também nunca tinha ouvido falar de os bebes virem de avião, talvez porque a mais popular que se diz as crianças é a da cegonha. Mas imagino a desilusão de não ter um mano e claro da reacção da mãe.

Enfim...são os melhores tempos da vida, somos felizes com a nossa inocencia de criança.

Beijinhos grandes.

Alda

Mamã Martinho disse...

Eu acredito na história. Também na minha infancia acreditava em coisas absurdas, mas isso faz parte da vida dos pequenos!

Bjs

Mónica

jorge_m. disse...

Olá,
lol engraçada a história, eu acho que era muito inocente, nunca fiz esse tipo de pergunta, pelo menos não me lembro =P lol... mas gostei da historia do avião lol

bjs

ana disse...

um miminho para ti
um miminho para mim
olá olá
e a vida sorri

Alma Minha disse...

Obrigada pela visita!
Adorei a tua história...
Como somos inocentes nestas idades!
Beijo

Juanita disse...

eh eh eh como podemos ser tão inocentes!!
engraçado o meu post de hoje é tambem sobre uma lembrança da minha infancia...e a minha inocencia!!

beijos grandes e bom fds

Bolota disse...

Mais uma deliciosa história!
Tal como tu, anda o meu filhote... sempre á espera que o mano apareça... seja lá donde for!!!

Bom fim de semana!
Bjos :o)
Carla

Framboesa disse...

eu sou filha unica e queria muito, muito muito ter um irmão (acho q é assim daquelas maiores frustações da minha vida...enfim...)...mas nós era mesmo pq n havia sustento para nós 3 e a minha avó, qt mais para outra boquinha ..por isso essa decisão foi adiada e ate á data nc apareceu o tão desejado irmão :-)
mas olha q o teu motivo, realmente...axo q fos-te enganada...falava-se c o aeroporto, mandava-se nova encomenda,,,ora bolas,,,foi falta de lembrança, não? :-) ehehehehe