segunda-feira, março 10, 2008

HALUX VALGO

Acabei de me vestir. Olho para os pés. Doridos. Cansados. Inchados.
Levanto um pé, devagarinho e com ele coço o outro. Ardem.
Choro.
Pego no telefone.
…….
…….
….Traga os exames que tiver !
…..
Dia 10 –( 15 H):
Eu: Sim. Quero!
Ele: aos 2 ?
Eu: Sim !
Ele: Dia 25…. Mas confirmo.
……
……
Dia: 23 (hora do jantar)
Eles: Não pode ser! Daqui a 2 dias?
………
Dia 25: (8horas)
Eu: Está marcada para as 12 H
Alguém: Acompanhe-me .
…….
13 H:…..
15 H……
18 H …..
Eu: Tenho fome! Vou-me embora!
Alguém: Falta pouco! Daqui a pouco passa-lhe a fome!

19 H:
Finalmente!

22 H:
Eu: Tenho frio! Tapem-me! Ai os meus pezinhos! Ai os meus pezinhos!

Dia 26 – Dia 27 – Dia 28:
Eu: Tenho tanta dor! Quero injecções! Quero comprimidos! Só não quero ter dores!
Alguém: “Podemos dar, mas não vale a pena… Vai ver que mais 1 ou 2 dias e não sente nada!”.
………
………
Dia 30:
Cadeira de rodas / Casa
………
………
………
15 dias depois:
Tira metade dos pontos.
……..
8 dias depois:
Tira o resto
……….
Em casa…. sózinha…..
Cama: o mínimo possível
Sofá: pernas penduradas = pés inchados….
Vai para a cama…levanta os pés…
Vai para o sofá…vai para a cama…
Que chatice!

Estou farta disto!
…….
……
……
A comida para fazer….
A casa para arrumar….
Nada pode esperar….
Vai de fazer….Vai de não descansar….
………
Mais 2 ou 3 dias e….
Estou em pé.
Olho para os pés.
Fico aflita !
Um deles tem a costura a abrir ! Um pingo de sangue !
…..
Betadine!
Cotonete!
Penso rápido! Aperta bem o dedo!
…..
Cama !
Repouso!
Descanso!

Hora de jantar:
Ele: Então? Que aconteceu? Estás na cama?
Eu: Estou !
Ele: Vou arranjar algo para a comida!
……..
……..
Próxima consulta:
Médico: Esta costura está muito bem!. Mas esta? Está escura por dentro? Que aconteceu aqui?
Eu: Nada…. Doutor!
…………..
…………..
Este foi um episódio da minha vida.
Tem alguns anos.
Vivo-o como se fosse hoje .
Motivo: Operação aos joanetes.

Como sou valente, quis ser operada logo aos dois na mesma altura.

Recuperação difícil. Dolorosa.

Até seria fácil se apenas tivesse feito o que devia: estar deitada, sentada com perna esticada… e….sobretudo não andar sempre, sem muletas e apoiada apenas na parte de fora dos pés.

Por isso a costura de um deles abriu.
Por isso fiquei apavorada.
Por isso voltei à cama.
Por isso fiz, a partir daquele momento, o que sempre deveria ter feito: preocupar-me mais comigo, com a minha saúde, e menos com os outros.

Valeu a pena tanto sofrimento.
Pés bonitos.
Sem ossos espetados.
Sem sapatos deformados.
Sem dores.
Sem comichões.

Pés..enfim……normais!
……
Aconselho a que se tenha o máximo de cuidado na escolha de sapatos.
Em primeiro lugar: o confortável, sem apertarem demasiado. Só depois devem preocupar-se com a beleza dos mesmos.
Tiras muito finas, saltos muito altos….são sapatos muito bonitos mas apenas para quem não tem qualquer problema. (mas que os pode vir a ter)
Se os sapatos apertarem, o pé ressente-se e começa a ficar dorido, inflamado, infectado e daí até aos joanetes vai muito pouco.

Por isso, devemos tomar atenção aos sapatos que escolhemos e, sobretudo, que nunca apertem demasiado os pés.
Depois……só mesmo a correcção pela operação.
E ela é mesmo dolorosa!
...........................................................................................................................................................

Não queiram fazer como aVictoria Beckham

fotos tiradas da net


Os pés de Victoria ficaram muito em evidência depois que ela apareceu no início do mês no Graduate Fashion Week (uma espécie de semana de moda de novos talentos), em Londres, usando umas sandálias Mulberry estilo "dominatrix".

Em declarações ao jornal, Victoria disse que uma das razões para que ela use sapatos tão bonitos é justamente o fato de ela não gostar de seus pés. "Com esses sapatos magníficos eu tiro o foco dos meus pés e coloco no sapato", diz.

Comentário meu: Se ela acha aquelas sandálias bonitas (?) (?), das duas uma, ou ela tem os gostos estragados........ou eu !

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Leituras sobre o assunto: Podem procurar aqui:

http://www1.uol.com.br/cyberdiet/colunas/020628_bel_cinderela_calos.htm

http://pt.shvoong.com/medicine-and-health/1625842-joanetes-halux-valgo/

http://adam.sertaoggi.com.br/encyclopedia/ency/article/001231.htm

27 comentários:

marmol disse...

Buen comienzo de semana!

saludos

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Parece ter sido realmente um momento bastante dificil na tua vida :( que bom que hoje ja esta tudo bem.

Sabes que a Victoria Beckham tem problemas nos pés por causa dos saltos? ela fala raramente sobre o assunto, mas ja falou e quando se esta a atento, da para ver, que tem os ossos bem saidos... ao longo prazo, pode lhe dar problema

E quanto a mim, desde que me lembro ser gente, a minha mae obrigava-me a mim e minha irma a usar botas ortopedicas. Como ela dizia, "sao feias as botas" mas voces depois agradecem.

E tem toda a razao!

Beijo meu,

A Elite

Ana Garras disse...

Ela foi considerada a pior a vestir-se no ambito de pessoas famosas, os sapatos devem de vir no critério de avaliação de certo.

Jinhux

blue disse...

Concondo consigo, que mal gosto que ela tem no calçado

Framboesa disse...

Eh pah...eu até me assustei qd começas-te o relato...felizmente este episódio já passou, embora se note q ficou bem marcado em ti :-(

Eu adoro andar de saltos, aliás, qd n ando de saltos é q fico c umas dores imensas nos gemeos...mas não é saltos agulha nem saltões...são saltos confortaveis...conforto acima de td e qd chego a casa calço os meus tenis "ortopedicos" ou os meus chinelinhos (não são, mas são uns tenis para a postura, para activar a circulalação e q segundo eles fazem mt bem aos meus joelhos, q por caua de uma rotula deslocada ja tiveram tb uns dias menos bons...e o m marido para gozar diz q são tenis ortopédicos...)

qt aos pés, eu nn sofro do mm mal q a vitoria...posso n gostar do m rabo, nem da m barriga, peito e testa...mas adoro os meus pés e só n venho trabalhar descalça ou de chinelos no verão pq o m emprego n me permite...senão....E qt ás sandalecas...ó raios...tanta sandalia bonita e a mulher vai-me usar uma coisa tão pirosa!?
mais valia andar de pantufas, dakelas c orelhinhas de coleho!lol

mamamartinho disse...

Bolas, não deve ter sido nada fácil.
Eu cá desde que engravidei do Fábio e que fui obrigada a andar de rasos raramente uso saltos, só naquelas ocasiões especiais, como festas, casamentos ou reuniões mais importantes.

Bjs

Mónica

Várias Paixões disse...

Sabes ela (Victória) não tem os gostos estragados...ela É estragada....
bjs
Ana

Rafeiro Perfumado disse...

Um verdadeiro relato de terror, fosca-se. Quanto à Vitoria, não são só os pés que são feios, a tipa é horrível, serei só eu a ver isso?

Benó disse...

Belo relato duma intervençao cirúrgica que deixou lembranças. Já passou!....
Mas agora tem uns pézinhos bonitinhos, não é? Pois sempre valeu a pena, pelo menos até chegarem as artroses (longe vá o agoiro).
Desejo-lhe um bom resto de semana cheio de primavera. Aproveite para descansar!.e
Seja Feliz!

Marilyn disse...

Também, a verdade é que a Vicotira não bate mt bem, não gosta dos pés, e tb não gosta do corpo porque exagera na magreza.. Enfim... O David pelos vistos gosta de rapar ossos, eh eh.

Mishi disse...

Olá querida T.
Há quanto tempo... :)

Enquanto lia o teu relato sentia as tuas dores... que horror.

Eu sofro muito dos pés, ando sempre com um ou dois calos, tenho que andar sempre a correr para a pedicure... confesso que actualmente, desde que emagreci, não tenho muito cuidado com os sapatos. Escolho sempre aqueles que me fazem mais elegante e mais alta... enfim.

Também acho as Sandálias da Senhora muito, muito feinhas, coitadinha!

Beijinhos :)

Lídia disse...

Ainda bem que tudo acabou bem e que valeu a pena. Óptimos conselhos, sem dúvida! Acima de tudo está o conforto, e existem sapatos, sandálias e afins muito bonitos e confortáveis.
Beijos e óptimo fim-de-semana!

ximiusa disse...

n leves a mal
mas inda ontem aki estive e dp n pude comentar. nem comento a coragem d operar joanetes e logo os dois. ainda bem k sou tenis freak ( ou nao, vou ver s nao andei com os pes demasiado a larga) a historia do pao, axo k a tenho controlada, agora lá em casa nunca há desperdicio, nem exageero d consumo.
Adorei paris, e crepes... inda bem k por cá nao ha assim tantos sitios ond s possam comer dos bons!

Dharma disse...

Que relato!, 'tadinha da Turb-Ó-Lenta, bem, mas pelo menos ficáste com uns pés "novos".
Não tenho problemas desses porque sou pelo conforto em detrimento da "beleza". Saltos altos não são muito a minha praia, principalmente desde que fui assaltada e os saltos vertiginosos não me permitiram correr como queria atrás dos delinquentes.
A mulher do Beckham é uma aberração: mulher feia e sem gosto. O dinheiro não serve para comprar o bom gosto e sensatez.

Bom fds. Beijinhos. A mãezita está melhor? Espero que sim.

Gata Verde disse...

Serviu de lição este episódio!
A ti também...espero!

Beijocas

maria-joão disse...

Os sapatos podem até ser bonitos ou feios, mas não me parece é que eles ajudem muito o dedo grande dela que não está lá muito direito, pois não?

Manuela disse...

Também acho minha querida também acho. Mas há gostos para tudo e homens e mulheres estúpidos (as) é o que mais há. UM ABRAÇO AMIGO. Manuela

Anónimo disse...

Olá,

Li o relato e estou escrevendo para discordar do pós-operatório, no dia 10.05.2008 fiz a cirurgia de halux valgo nos dois pés, isso mesmo, operei os dois juntos e estou muito satisfeita com o resultado. Desde que operei não senti nenhuma dor, apenas latejou algumas vezes, o que é normal num pós operatório.Fiquei 15 dias sem poder apoiar os pés no chão, apos esse periodo estou usando as sandalias de baruk , que me possibilitam a andar pela casa, ir ao banheiro sozinha e tomar banho. Tirei os pontos tem duas semanas, logico que os pés estão um pouco inchados ainda, mas estou me recuperando super bem. Eu recomendo a cirurgia dos dois pés de uma só vez.Hoje já nem sinto mais latejar, para falar a verdade nao sinto nenhuma dor, antes da operação sentia dores todos os dias.
Estou muito feliz com a cirurgia e não encontrei todas as dificuldades descritas.

Deixo meu email a disposição se precisarem de mais informações.Email vivi_sliumb@yahoo.com.br

Viviane ( livre das joanetes e feliz ) - São Bernardo do Campo

turbolenta disse...

REsposta a Viviane

Congratulo-me que haja alguém que tenha sido operada aos 2 pés e que diga que não sentiu dores depois da operação.
Evidentemente que nem todas as pessoas são iguais.E umas sofrem mais as dores que outras.
Por acaso até nem sou pieguinhas e aguento bem as dores, mas, confirmo que, para mim, o pós-operatório foi muito doloroso.
E já agora, se alguém por aqui passar e confirmar que também não teve dores, gostava que contasse como passou esta fase.
Fui operada há uns 15 ou mais anos.
A medicina pode estar muito avançada mas operações aos ossos não são muito de querer.

Hipoglicemia disse...

Olá!
Encontrei este post por uma busca na internet, "pós operatório hallux valgo" pois pretendo fazer a cirurgia em breve. É, não foi lá muito legal saber que você sentiu tantas dores, mas só quem tem o problema pra decidir se vale a pena ou não sentir muita dor por uns 10 dias, pra não sentir mais dor (por esta razão) pelo resto da vida. Acho que essa pessoa que deixou o comentário anônimo disse que não sentiu dores pois as técnicas cirúrgicas para a correção deste problema mudaram um pouco recentemente: minha tia, que operou como você, há mais ou menos 15 anos teve o osso "raspado", já na minha cirurgia o médico pretende "virar" o osso para aproximá-lo do restante do pé, e colocar uns pinos pra fixar. Não que eu ache que a minha não vai doer, também não sou boba, né? Mas além dessas coisas mudarem, de uma pessoa para a outra, mudam-se com o tempo e com as novas técnicas. Sacou?

Abraço, e obrigada por dividir o seu relato, moça d'além mar!

Hipoglicemia disse...

Pois é, sou a mesma moça do comentário acima, só que com os 2 pés operados. Dia 20/02 o direito, dia 13/03 o esquerdo. Dor? Não senti nenhuma, exceto quando tive que pisar no chão por um momentinho ao quase levar um tombo. Isso foi um erro: para que vc possa andar sozinha, tem que estar pisando bem com um dos pés. Eu ainda não estou. Minha mãe tem que me arrastar numa cadeira de rodinhas de escritório pra que eu consiga chegar até o banheiro. Você pediu pra contar como passei essa fase sem dor, acho que um dos segredos se chama Ultracet, é um remédio fortíssimo pra dor. Mas, como tive alergia a um dos remédios (na 1ª cirurgia fiquei um pouco empolada mas não sabia porque, na agora estou toda vermelha, coçando muito) liguei para o médico e ele me disse pra parar de tomar todos os remédios. Parei, desde ontem a tarde, e não sinto dor, 5 dias depois da cirurgia, sem remédios. Sinto tédio, muita vontade de sair andando por aí, de calçar meus sapatos pra ver como eles ficam agora, e tristeza por ter que depender da minha mãe pra tudo, coitada, tá tendo um trabalhão comigo... Apesar de você ter sentido muita dor, e isso ter ficado na sua memória como um momento difícil, que bom que já passou, né? Não vejo a hora de me lembrar desse momento andando por aí. Se você quiser eu te mando fotos das radiografias dos meus pés, pra você saber mais sobre a cirurgia.

turbolenta disse...

REsposta a HIpoglicemia:
Gostei de saber que tudo tinha corrido bem.A medicina está sempre a evoluir (favoravelmente) e ainda bem, pois os métodos são outros, menos dolorosos e até com recuperação bem mais fácil. Não considero que no meu caso- operada logo aos 2 pés- a recuperação tenha sido assim tão dolorosa em relação às muitas dores que tive nos primeiros dias. É um processo bem demorado, porque, mesmo que tudo corra muitíssimo bem, os pés continuam a ser, sempre, o sustentáculo do peso de todo o corpo e, como tal, depois de uma operação a eles, o certo é que a locomoção fica muitíssimo reduzida e, claro está que todos nós só sabemos dar o verdadeiro valor às coisas boas da vida quando as perdemos . POr isso, nunca na vida se dá o devido valor a um belo passeio, a uns belos sapatos, a uma grande caminhada, como quando estamos sentadas numa cadeira de rodas ou temos de andar apoiadas em canadianas.
Comecei a andar logo na manhã do dia seguinte e o andar propriamente dito não me causava mais dores que as que tinha em repouso na cama.
Na minha altura, acho que cortavam aquela parte do osso que fica saída e que tantas dores e comichão causa.E que nos deforma qualquer par de sapatos.
ESse problema nunca mais tive.Graças a DEus.!
SE quiser pode mandar por mail.
Quando vier de férias (vou 15 dias para fora) e com calma, vou comparar as suas e as minhas radiografias para depois ver qual a diferença entre os nossos ricos pézinhos.
DEsejo e espero que tudo continue a correr como até aqui.
( e há pessoas que têm os dedos encolhidos e que ainda têm de levar uns arames nosdedos. FElizmente não precisei de nada assim).
beijos
obrigada pela informação

Anónimo disse...

Ai meu Deus !!!!eu vou começar essa saga dia 27 de dezembro ,este mes,e tambem aos dois pes...ja estou a tremer so de pensar no que vou passar!até ja pensei em desistir!....Domitila

turbolenta disse...

resposta a anónima:

Tudo vai correr bem.
Repare que a minha operação já foi há muito e actualmente a medicina está muito mais avançada.
Logo, tudo será muito menos agressivo e doloroso.
Tem de se mentalizar que não vai ser assim tão doloroso.
Aos 2 pés ao mesmo tempo tem a desvantagem de ser mais difícil a recuperação mas, pelo menos, recupera logo tudo de uma só vez.
Depois conte a sua experiência.
Torço para que tudo corra o melhor possível e lembre-se que: não abuse em excesso .Faça tudo tal o médico lhe disser.Se a aconselhar a repousar bastante não faça o contrário. Desejos de Boas Festas.

Anónimo disse...

ora viva. aqui estou eu a recuperar de uma recem cirurgia aos 2 pés. fui operada há 5 dias. no dia seguinte tive alta e foi um horror colocar os pés no chão, com as devidas sandálias baruk. esse dia foi muito complicado para mim. não tinha qualquer equilibrio, as canadianas ajudavam mas enfim, tinha muitas dores, tremuras, insegurança, mal estar e à noite febre... foi um dia muito mau. a medicação e as indicações médicas são seguidas à risca (felizmente os meus pais vieram de malas e bagagens para minha casa para ajudar). apenas posso andar por curtos períodos de tempo (15 min. no máximo) e depois colocar sempre os pés ao alto. durante 4 dias tb fiz gelo. os pés aparentam estar desinchados mas com o penso gigante apenas consigo ver as pontas dos dedos e o calcanhar. desde ontem deixei de tomar o medicamento das dores que, embora ainda as tenha, são suportáveis. mantenho o antibiótico, o anti-inflamatório, as injecções. daqui a 3 dias tenho a minha consulta para mudar o penso. vou dando novidades.

Anónimo disse...

olá outra vez. sou a anónima de cima. faltou-me dizer que tenho 36 anos e que comecei com dores fortes e incapacitantes há sensivelmente 4 anos. não uso salto alto mas sim sapatos rasos e sapatilhas. este problema foi herdado :-( hoje tive a 1ª consulta de pós-operatório e a 1ª muda dos pensos. os pés não estão nada inchados e apenas um pouco pisados. confesso que pensei que os pés estivessem bem piores. apenas uma das cicatrizes está um pouco inflamada e uma outra sangrou uma pinguita. daqui a 8 dias nova consulta e novo penso. as dores são menores mas continuo a não poder andar muito. mantenho o regime anteriormente descrito. as pernas ao alto e o gelo nos 1ºs dias são essenciais para dimiuir o edema e promover a circulação, logo, a cicratização. de medicamentos continuo com o antibiótico (tomar até ao fim da caixa) e o anti-inflamatório terei que tomar durante um bom tempo mais. na próxima consulta dou novidades.

turbolenta disse...

turbolenta disse:
as melhoras. ESpero novidades com todo o gosto.