quarta-feira, junho 16, 2010

Como vou

Há muitos dias que não dou notícias.
Continuo bastante preocupada.
Conforme o ortopedista aconselhou, fui à minha fisiatra mostrar a ressonância. Também ela ficou apreensiva com tanta mazela mencionada no relatório.
Tem 3 mazelas um pouco difíceis de tratar sem operação. Mas há casos (quase milagrosos)em que se consegue uma recuperação não a 100% mas muito boa, sem operação.
Então: intensificação de exercícios em fisioterapia. Passo a fazer também hidroterapia. Por isso: tenho ocupação todos os dias da semana.
A verdade é que o braço já tem mais amplitude mas não tanta como eu queria. Com ajuda vai bem, mas sózinho não consegue.Não tem força.Mas já não tem cansaço muscular. Isto quer dizer que o músculo está a recompôr-se, embora lentamente.
Já consigo dormir sobre ele, sem dor nem incómodo.
Também só tenho ainda 15 dias de tratamento e há pessoas que precisam de 4 a 6 séries de tratamentos (cada uma com 12 tratamentos, agora façam as contas....)
Para já, só vou ao ortopedista daqui a um tempo. Não quero ouvir mais nada!
Se lá mais para a frente achar que não consigo recuperar, então já sei a quem me dirigir para tratar do assunto. Pelo menos já várias pessoas me falaram num médico cuja especialidade é mesmo só ombros. Se ele não conseguir operar-me em condições, ninguém o conseguirá.
Por isso: está decidido.
Mas como a esperança é a última a morrer...para já vou concentrar-me nos tratamentos.
Depois...logo se verá.
Pelo que referi, não tenho tido grande tempo nem muita vontade para publicar postagens.
Mas um dia destes espero ter mais vontade de o fazer.

4 comentários:

Mamã Martinho disse...

Percebo-te! Espero que recuperes rapidamente.

Bjs

Mónica

Dual disse...

Anche io amo la fotografia. Ti lascio un saluto e buona serata.
Gio'

http://remenberphoto.blogspot.com/

Anónimo disse...

É normal que estejas mais abatida perante tais noticias, e sem saber como será a recuperação, mas pensamento positivo.

Falar é facil, disso todos sabemos, todos dizemos isto ou aquilo, mas só quando passamos por elas é que sabemos o que nos vai no interior,como nos sentimos,e o quanto nos está a custar. Como somos diferentes,também a forma enfrentamos os problemas são diferentes, mas tenho a certeza que será uma fase passageira e que não te vais deixar ir abaixo.

Adoro os teus posts, mas neste momento prefiro não os ler, pois sei que estarás na fisio ou noutro sitio a lutar pela recuperação e nós leitores assiduos deste blog, cá estaremos para dar apoio.

Nem que seja com meia dúzia de palavras, baboseiras, e demais maluquices que aqui vamos deixando.

Beijinhos Grandes

Alda

Framboesa disse...

Humm..arranjei finalmente tempo ao fim d emuitos meses para me blogoactualizar e não gosto nada do q estou a ler...sei q vais ultrapassar estas situações e q daqui a uns tempos se Deus quiser vão ser apenas memórias passadas e tudo vai estra bem..mas o entretanto preocupa-me :-( Muita força!nada de desanimo!Pensamento positivo tb da saude!!!!
beijos de melhoras